Operadores querem Banco de Portugal a fiscalizar depósitos em casas de apostas ilegais!

Thumb-min

A APAJO (Associação Portuguesa de Apostas e Jogos Online), através do seu presidente Gabino Oliveira, fez chegar uma proposta ao Governo para combater o mercado ilegal de apostas online que existe em Portugal.

Adere ao Canal de Prognósticos Diários Gratuitos no Telegram!

Na proposta, a APAJO defende uma articulação entre o SRIJ (Serviço de Regulação e Inspeção de Jogos) e o Banco de Portugal, afim de fiscalizar os depósitos em casas de apostas ilegais que ainda operam no mercado Português.

betpt

Recorde-se que no mês passado saiu um relatório que estimava que o jogo online movimentava 90 milhões euros por ano em Portugal. O SRIJ tem vindo a forçar o fecho destas casas de apostas ilegais com recurso a processos crime no Ministério Publico, isto depois de as notificar para encerrar a oferta para clientes Portugueses.

Operadores querem Banco de Portugal a fiscalizar depósitos em casas de apostas ilegais!

Para além do online, as forças de segurança também começam a apertar o cerco a casas de apostas que operam em cafés com recurso a circuitos fechados, tendo este mês detido 29 pessoas e apreendido 49 carros, fechando uma rede que operava no Norte do país.

O comunicado da APAJO: Operadoras querem BdP a ajudar no combate ao jogo online ilegal

Operadores querem Banco de Portugal a fiscalizar depósitos em casas de apostas ilegais

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail